Arequipa: saiba mais sobre o destino peruano!

22 ago 2022 • 9 minutos de leitura por rafael.alef

Arequipa, a Cidade Branca do Peru, se consolidou como um dos destinos mais surpreendentes da América do Sul.

Verdadeiro oásis em meio à paisagem árida dos vales andinos a mais de 2.300 metros de altitude, a cidade é rodeada por vulcões, tem um belíssimo centro histórico repleto de construções coloniais e reúne inúmeras possibilidades de passeios.

Quer mais? A segunda maior cidade peruana também abriga alguns dos melhores restaurantes do país e é reconhecida internacionalmente pela qualidade de sua gastronomia.

Vem conhecer um pouco mais sobre um dos destinos mais imperdíveis do continente!

Arequipa: informações e melhores passeios!

Apesar de ser a segunda maior metrópole do país, atrás apenas da capital, Lima, Arequipa, Peru, não perdeu a “cara” de cidade pequena, onde o ritmo é menos acelerado e o cenário é emoldurado por belezas naturais.

Fundada em 1540, a cidade é uma das mais antigas da América do Sul e guarda muitas heranças de suas origens, como construções preservadas dos séculos XVI ao XIX em um centro histórico tombado como Patrimônio Mundial.

A metrópole, que tem mais de 1 milhão de habitantes, ganhou o apelido de Cidade Branca por ter diversos edifícios construídos com pedra sillar, extraída do vulcão Chachani, que é bem clarinha e se torna ainda mais bonita sob a luz do sol.

Para conhecer todas as belezas locais, entretanto, o viajante precisa se planejar. 

O destino fica a mais de 2.300 metros acima do nível do mar, o que significa que você vai precisar de alguns dias para se aclimatar à altitude e evitar o chamado soroche, ou mal de altitude, que surpreende os turistas desavisados com mal-estar e fadiga.

Evitar todo esse desconforto é simples: ir com calma nos primeiros dias de passeio, se hidratar bastante, manter uma alimentação mais leve e mastigar folhas de coca, tradicionais na região, que ajudam na oxigenação do sangue.

Confira outras dicas para aproveitar ao máximo a sua experiência na Cidade Branca!

Em que país fica a cidade de Arequipa?

A cidade fica no sul do Peru, quase na fronteira com o Chile e a Bolívia, a pouco mais de 1.000 km da capital, Lima.

Como a segunda maior cidade peruana é um próspero centro urbano, com seu próprio aeroporto e infraestrutura moderna, você só precisa passar pela capital do país se quiser.

No entanto, embora esteja longe de Lima, a Cidade Branca fica bem próxima de alguns dos melhores destinos do Peru.

Puno, porta de entrada para o mítico Lago Titicaca, está localizada a 300 km de distância, enquanto Cusco, que oferece acesso à lendária Machu Picchu, fica a 525 km, e Nazca está a 560 km da cidade.

Aliás, se você procurar em um dicionário o que significa a palavra Arequipa, vai descobrir que o termo tem origem quéchua e pode ser traduzido como “Sim, fique”, um indício de que você vai se apaixonar pela cidade e não vai querer ir embora.

A exuberância natural certamente é um dos motivos para isso: a cidade foi construída em um vale andino rodeado por vulcões, como o Misty, o Chachani e o Pichu Pichu, o que garante belas paisagens onde quer que se olhe.

Arequipa, Peru: mapa

Antes de fazer as malas para conhecer um dos melhores destinos do continente, não deixe de conferir onde fica Arequipa no Peru. 

Assim, vai ficar mais fácil estender o seu roteiro até alguns dos excelentes destinos nas proximidades. Veja só!

Como chegar em Arequipa?

O aeroporto mais próximo de Arequipa é o Aeroporto Rodríguez Ballón, localizado a apenas 8 km da Plaza de Armas, no centro histórico. 

Nenhuma companhia aérea brasileira opera voos diretos até a Cidade Branca, mas a Latam oferece voos para o destino com conexão em Lima ou Cuzco.

Se você já estiver viajando pelo Peru, poderá fazer a viagem de ônibus, a partir de cidades como Puno e Cuzco, aproveitando para conhecer as paisagens dos Andes no caminho.

Compre passagens aéreas a preços promocionais neste link!

Arequipa: melhor época para visitar?

Arequipa: melhor época para visitar?
Fonte: Flickr / CC0

A localização da cidade, nos áridos Andes peruanos, influencia diretamente o tipo de clima de Arequipa. 

Isso quer dizer que você não precisa se preocupar com chuvas no decorrer da sua viagem, pois raramente ocorrem precipitações por lá, especialmente se você estiver viajando de abril a dezembro, quando as chances de chuva são nulas.

Apesar de estar a mais de 2.300 metros acima do nível do mar, a cidade tem temperaturas estáveis ao longo do ano: em qualquer mês, as mínimas ficam em torno de 11ºC e as máximas não passam de 24ºC.

No fim das contas, isso significa que você pode visitar a Cidade Branca em qualquer época do ano!

Onde ficar em Arequipa, Peru?

Arequipa é uma cidade grande, mas as atrações turísticas ficam concentradas no centro histórico, a melhor região possível para hospedagem.

Sobretudo nos arredores da Plaza de Armas, o viajante encontra tudo que precisa: agências turísticas, caixas eletrônicos, restaurantes, bares, pontos turísticos, lojas, casas de câmbio e transporte público.

A calle Puente Grau é uma das melhores para hospedagem, pois fica a uma caminhada de distância dos melhores pontos turísticos da cidade, está perto do polo gastronômico da calle Zeta e costuma ter movimentação mais tranquila a qualquer hora do dia.

Se você prefere ficar perto do agito noturno, a calle Ugarte é mais recomendada para a sua estadia. A rua fica a apenas duas quadras da Plaza de Armas e abriga alguns dos melhores bares e restaurantes da cidade.

Quem gosta de passear a pé pode gostar de se hospedar na calle Mercadores, onde não circulam carros e você poderá encontrar cafeterias, shoppings, restaurantes e outras atrações, coladinha à Plaza de Armas.

A calle Álvarez Thomas, por sua vez, é indicada para quem procura hotéis mais econômicos, mas não quer abrir mão de uma localização estratégica.

Arequipa: hotel em promoção no El Quarto!

Arequipa: hotel em promoção no El Quarto!
Fonte: Selina Arequipa Hotel

Que tal encontrar os melhores hotéis da Cidade Branca por um preço que não vai pesar no seu bolso? 

Visite o El Quarto para comparar ofertas e encontrar acomodações a preços exclusivos nos melhores destinos do mundo.

O primeiro passo é digitar a cidade que você vai visitar na barra de pesquisa. Depois, selecione as datas de sua estadia. Em seguida, é só escolher o melhor hotel para a sua viagem!

Nosso site aceita diferentes formas de pagamento e possibilita até que você pague as diárias pelo site e em reais, sem incidência de IOF.

Faça uma cotação gratuita para descobrir que visitar um dos melhores destinos do Peru pode sair mais barato do que você pensa!

Arequipa: lugares turísticos

Patrimônio Mundial da Unesco, Arequipa é o lugar perfeito para conhecer uma atmosfera mais genuína do Peru, sem o apelo turístico de cidades como Cuzco, Nazca e Puno.

Maior cidade do Vale do Colca, a metrópole é rodeada por vulcões que oferecem muitas opções de passeios, além de ter um centro histórico com muitos tesouros arquitetônicos.

Confira o que fazer na Cidade Branca!

Plaza de Armas 

A praça central da cidade é uma parada obrigatória em qualquer roteiro por Arequipa. É ali que estão as atrações mais imperdíveis, como a Catedral, os museus e as construções coloniais.

A praça é bastante agradável, com fontes de água, palmeiras, canteiros floridos e belas esculturas. Não coincidentemente, é também um dos principais pontos de encontro entre moradores e turistas, especialmente nos fins de tarde.

Mosteiro de Santa Catarina da Siena 

Mosteiro de Santa Catarina da Siena
Fonte: Upload Bot / Wikimedia Commons / CC BY-SA 2.5

Uma das construções mais antigas do Peru, o Mosteiro de Santa Catarina da Siena foi erguido em 1579, pouco depois da fundação da cidade, bem perto da Plaza de Armas.

A estrutura se manteve de pé mesmo depois dos diversos terremotos que já assolaram a cidade, localizada em um vale vulcânico com grande atividade sísmica.

O complexo tem 20 mil m² de área e esteve completamente fechado para o público externo até a década de 1970, quando parte da estrutura passou a receber visitas guiadas.

Uma parte do mosteiro, no entanto, ainda é fechada e de acesso exclusivo para as freiras que vivem por lá.

Igreja da Companhia 

Obra-prima da arquitetura mestiça arequipenha, a Iglesia de la Compañia é uma das construções mais bonitas da Plaza de Armas e não pode ficar de fora da sua viagem.

O templo foi inaugurado no final do século XVII e se destaca na paisagem urbana com suas colunas neoclássicas e estrutura em cantaria. A fachada rica em entalhes é uma atração por si só.

Em outras palavras, não deixe de visitar a Iglesia de la Compañia em seu roteiro pela Cidade Branca, ou você vai perder uma das construções mais icônicas do Peru!

Museo Santuarios Andinos 

O Museo de los Santuarios Andinos de la Universidad Santa Maria tem um extenso acervo com itens e peças extraídos das proximidades dos vulcões que cercam a cidade.

Uma das principais atrações do local é a múmia de Juanita, a mais bem-preservada do período do antigo Império Inca.

Juanita foi uma menina de 12 anos, no século XV, oferecida como sacrifício aos deuses nas geleiras do vulcão Ampato. 

Graças às condições climáticas da região, seu corpo ficou perfeitamente preservado e é exposto no museu entre maio e dezembro.

Catedral de Arequipa 

Catedral de Arequipa
Fonte: Pitxiquin / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

Uma das edificações mais icônicas do centro histórico e cartão-postal da cidade, a Catedral de Arequipa foi construída com pedra sillar e destaca-se em meio à paisagem com sua coloração branca.

A igreja já resistiu a terremotos, incêndios e revoltas populares, passando por algumas reconstruções ao longo dos séculos. Não coincidentemente, é também um dos templos mais antigos do Peru.

Aproveite para conhecer o órgão de origem belga e as esculturas dos apóstolos em madeira.

A entrada é franca e as visitas são liberadas diariamente, das 7h às 10h e das 17h às 19h. 

Cânion del Colca 

Algumas das paisagens mais bonitas do Peru estão no vale do rio Colca, como o impressionante Cânion del Colca, duas vezes mais profundo que o Grand Canyon (EUA) e localizado a 160 km da Cidade Branca.

Os desfiladeiros foram formados pelas águas do rio ao longo de milhões de anos e hoje atraem mais de 120 mil turistas por ano.

A região conta com várias pousadas rústicas com vista do cânion: vale a pena passar ao menos uma noite no local para conhecer uma das paisagens mais selvagens da América do Sul.

Não deixe de visitar o Mirador Cruz del Condor, um belíssimo mirante com vista privilegiada do cânion, por onde as aves de rapina dos Andes costumam voar nas primeiras horas da manhã.

Yanahuara 

A apenas 2 km do centro ficam o bairro e o mirante de Yanahuara, um dos pontos mais altos da cidade, de onde é possível ter vista privilegiada da metrópole e dos vulcões nos seus arredores.

O Mirador de Yanahuara fica anexo a uma torre do século XIX, com arcos que rendem belas fotos, além de antigas casas em cantaria que remontam ao período colonial.

O que comer em Arequipa?

O que comer em Arequipa?
Fonte: Pxhere / CC0

A gastronomia peruana é uma atração à parte em Arequipa, uma cidade onde é possível comer bem sem gastar muito.

A culinária local se formou a partir da mistura entre as cozinhas andina, espanhola e latina, resultando em milhares de pratos típicos com inconfundíveis temperos e texturas.

A Cidade Branca é considerada uma das Capitais Gastronômicas da América Latina e abriga centenas de restaurantes, muitos deles comandados por chefs reconhecidos internacionalmente.

Durante a sua viagem, não deixe de experimentar alguns dos pratos típicos da região, como a ocopa, feita com batatas cozidas, fatiadas e regadas com molho de pimenta, especiarias, ervas, amendoim, queijo e farinha de rosca.

O adobo arequipenho também é bastante popular, preparado com fatias de carne suína marinadas com temperos e pimentas, acompanhadas por batata doce ou arroz.

A lista de pratos tradicionais inclui também a sopa de carne, chamada chairo, o caldo conhecido como chupeta de camarão e iguarias à base de pimenta, como rocotos recheados e pimenta de lacayote.

Você pode se surpreender com o prato cobaia, típico do sul peruano, preparado com um roedor típico da região e vegetais.

Quanto tempo ficar em Arequipa?

Você vai encontrar o que fazer em Arequipa 2 dias ou 2 semanas. O que vai variar é a quantidade de atrações que conseguirá visitar.

Se pretende se ater aos pontos turísticos do centro histórico, dois a três dias são o suficiente para conhecer os lugares mais famosos.

Caso você queira estender seu roteiro até os vulcões nos arredores da cidade ou ao Cânion del Colca, o melhor é reservar mais alguns dias para a sua estadia.

Não se esqueça do seguro viagem para o Peru!

Não se esqueça do seguro viagem para o Peru!
Fonte: Pxhere / CC0

O seguro viagem não é obrigatório para quem visita o Peru, mas certamente é recomendado por todos os viajantes que desejam explorar o país dos incas.

Durante a sua viagem, você sofrerá influência da altitude e terá contato com uma gastronomia bastante exótica, o que amplia as chances de sofrer desconfortos e até precisar de atendimento médico.

O problema é que o sistema de saúde peruano não é gratuito para estrangeiros, e se você precisar de cuidados médicos, terá que pagar do seu próprio bolso.

Quem conta com um bom seguro viagem não precisa se preocupar com esses gastos inesperados, pois a cobertura inclui assistência financeira em diversos cenários, como problemas médicos, extravio de bagagem e até morte ou invalidez.

Você pode contratar seguro viagem mais barato no Seguros Promo, que reúne os melhores planos das seguradoras mais confiáveis do mercado com o custo-benefício mais vantajoso para o seu bolso.

Cote seu seguro de viagem com 15% de desconto aqui!

Encontre as melhores hospedagens de Arequipa, Peru!

Se você gostou de conhecer um pouco mais sobre a histórica Arequipa, não perca tempo e comece a planejar sua viagem agora mesmo.

No El Quarto você pode comparar diárias, reservar acomodações e até pagar sua estadia em reais, sem cobrança de IOF.

Faça uma cotação para descobrir que visitar a Cidade Branca pode sair mais barato do que você imagina!


Continue sua leitura!

Modal LGPD Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar a navegação, você confirma estar de acordo com o uso de cookies.
Para mais informações consulte nossa política de privacidade.