Itaparica: confira onde fica, o que fazer em cada dia e como aproveitar sua viagem!

24 jan 2022 • 9 minutos de leitura por danielcosenza

Maior ilha marítima de todo o Brasil, Itaparica é um daqueles destinos generosos, capaz de oferecer atrações que conseguem agradar a todos os públicos.

O viajante pode escolher entre construções históricas, um centrinho cheio de charme e muitas praias paradisíacas espalhadas por mais de 40 km de orla!

Ficou interessado em conhecer um dos melhores destinos do litoral nordestino? Então este é o artigo certo para você! Reunimos tudo que você precisa saber para planejar uma viagem inesquecível. Confira!

Itaparica: o que fazer na maior ilha da Bahia?

Você já ouviu falar no “Caribe baiano”? Esse lugar mágico é real e fica bem pertinho de Salvador: Itaparica, Bahia, pode ser tudo aquilo que você procura para a sua próxima viagem!

O nome da ilha, de origem tupi, significa “cerca de pedras”, o que dá pistas sobre o que o viajante irá encontrar por lá: os corais que circundam a ilha ajudam a filtrar a água, garantindo tons caribenhos ao mar da região.

Além disso, esses recifes são o lar de diversas espécies marinhas e podem render oportunidades incríveis de mergulho com snorkel ou cilindro.

As águas contrastam com a areia e a rica vegetação que cobre uma área de pouco menos de 240 km², formando um cenário que mais parece saído de uma pintura.

Considerada Patrimônio Natural do país, a ilha também não deixa a desejar no quesito história: ali, você encontrará construções portuguesas do começo do século XVI.

Para te ajudar a planejar uma viagem incrível, criamos um guia com tudo que você precisa saber sobre Itaparica: onde fica, como chegar, quando visitar, o que ver, onde ficar e muito mais. Vamos lá!

Onde fica Itaparica?

Onde fica Itaparica?
Fonte: Jose Luis Cernadas Iglesias / Pxhere / CC BY 2.0

A primeira coisa que você precisa saber sobre a Ilha de Itaparica é que ela está localizada na região metropolitana de Salvador, a apenas 15 km de distância da capital baiana.

Das areias da ilha você conseguirá até mesmo ver as luzes e as construções históricas da Cidade Alta.

A ilha faz parte de dois municípios: Itaparica e Vera Cruz, totalizando cerca de 60 mil habitantes.

Mapa da ilha de Itaparica

Estamos falando da maior ilha marítima do Brasil, com 240 km² de área: maior que a cidade de Recife, em Pernambuco. 

Por isso, é melhor conhecer antecipadamente a região para planejar bem seus deslocamentos e não perder tempo de viagem!

Nesse sentido, destacamos o mapa da Ilha de Itaparica para ajudar na montagem do seu roteiro. Veja só!

Como ir para a Ilha de Itaparica?

Você já sabe que a ilha fica bem pertinho da capital baiana, mas, afinal, como ir a Itaparica desde Salvador? A resposta pode ser mais simples do que você imagina!

Depois de desembarcar no Aeroporto Internacional de Salvador, você terá duas opções de transporte à disposição: ferry boat ou lancha. 

As viagens de ferry boat duram aproximadamente 1 hora e são feitas diariamente, em intervalos regulares das 5h às 23h, a partir do Terminal de São Joaquim, com desembarque no Terminal Bom Despacho, em Vera Cruz.

Se você prefere uma viagem mais rápida, pode ser melhor pegar uma lancha até a ilha. O serviço pode ser contratado das 6h às 18h30 no Centro Náutico da Bahia, bem pertinho do Mercado Modelo, em Salvador.

O trajeto de lancha é feito em cerca de 45 minutos, com desembarque no Terminal Náutico de Mar Grande, também no município de Vera Cruz.

Os viajantes que não se importam com o tempo de viagem também podem chegar à ilha pela rodovia BR-324, passando sobre a Ponte do Funil. Nesse caso, porém, a viagem pode levar mais de 4 horas.

Quando ir a Itaparica, BA?

Quando ir a Itaparica, BA?
Fonte: Pexels

Você poderá curtir as belas praias da Ilha de Itaparica em qualquer época do ano: as chuvas estão muito bem divididas ao longo dos 12 meses e as temperaturas ficam firmes entre 22ºC e 30ºC em qualquer estação.

Outros fatores, porém, podem influenciar a melhor época para viajar à ilha.

Quem não gosta de praia cheia, por exemplo, deve evitar períodos de férias escolares, feriados prolongados e, é claro, o famoso Carnaval baiano, quando é praticamente impossível encontrar vagas nos hotéis da ilha.

Para encontrar praias e hotéis mais vazios, a melhor alternativa é viajar entre os meses de setembro e novembro, quando as chances de chuva são praticamente nulas.

Compre passagens aéreas a preços promocionais neste link!

Qual melhor lugar para ficar em Itaparica?

O viajante poderá escolher entre várias regiões para hospedagem em Itaparica, cada uma delas com suas próprias vantagens e desvantagens.

A maior concentração de hotéis e pousadas está nos arredores da Praia da Ponta de Areia, no norte da ilha, considerada uma das melhores para banho e onde estão boa parte dos atrativos históricos.

As regiões de Bom Despacho e Mar Grande, no centro, são indicadas para quem está viajando sem carro e pretende utilizar o transporte público.

Se você prefere ficar em uma região mais tranquila e rodeada por vegetação exuberante, pode ser melhor se hospedar no sul da ilha, especialmente na Praia de Cacha Pregos.

Encontre a melhor oferta de hospedagem em Itaparica!

Encontre a melhor oferta de hospedagem em Itaparica!
Fonte: Pousada Tropicália

A escolha de hospedagem requer organização por parte do viajante por ser um elemento estratégico

Afinal, só assim você conseguirá antecipar gastos, montar rotas de deslocamento e ficar em uma região que seja a sua cara.

Você pode fazer todo o seu planejamento de hospedagem no ElQuarto, que te ajuda a comparar preços e serviços de hotéis, reservar acomodações e até pagar as diárias online, com total comodidade!

Faça uma cotação gratuita agora mesmo e descubra que visitar a maior ilha marítima brasileira pode sair muito mais barato do que você pensa!

O que fazer em Itaparica, Bahia

Terra-natal de João Ubaldo Ribeiro, um dos maiores escritores brasileiros, a ilha é um destino versátil, que combina atrações históricas, culturais e naturais para conquistar seus visitantes.

As ruas de pedra de Itaparica guardam heranças do período colonial, incluindo construções do século XVI. 

Já a região de Vera Cruz, por sua vez, é o endereço de algumas das melhores praias de Salvador!

Confira o que fazer em Itaparica, Bahia!

Reserva de Venceslau

A Reserva de Venceslau é uma Área de Proteção Ambiental que inclui um trecho de mata atlântica nativa, figurando entre os lugares mais bonitos de toda a ilha.

A região foi batizada em homenagem a um morador local, Venceslau, que deixou de ser cego após se banhar nas águas da região, tornando-se desde então um dos maiores defensores do meio ambiente na ilha.

Os visitantes podem fazer a trilha até a Fonte dos Milagres, onde ocorreu o banho milagroso, conhecer a Capela de Nossa Senhora do Amparo e visitar a casa na qual Venceslau viveu até sua morte, na década de 1960.

Fonte da Bica

Fonte da Bica
Fonte: Paul R. Burley / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

A primeira instância hidromineral do Brasil fica na ilha: a Fonte da Bica é procurada desde a década de 1940 por pessoas com problemas nos rins, baço ou fígado por suas propriedades terapêuticas.

Os estudiosos apontam que as águas da Fonte da Bica têm características diuréticas e, por isso, são indicadas para diversos problemas de saúde.

Há quem diga, porém, que a fonte é ainda mais poderosa e tem até mesmo efeito rejuvenescedor, como uma fonte da juventude!

A Fonte da Bica, que produz mais de 24 mil litros de água mineral por dia, fica perto da marina, no centro histórico da ilha.

Itaparica Marina

A Marina é o principal porto da ilha, conhecido por suas excelentes condições para navegação e atividades náuticas, bem como por sua fácil atracagem.

O cais dispõe de estrutura completa de serviços, incluindo restaurantes especializados em frutos do mar, lojinhas de artesanato, banheiros e até caixa eletrônico 24 horas: tudo isso com vista privilegiada da Baía de Todos os Santos.

Que tal aproveitar sua visita para contratar um passeio de barco até a Ilha dos Frades ou a paradisíaca Praia de Cacha Prego?

Manguezal do Mocambo

A pouco mais de 2 km do centrinho da ilha fica a comunidade quilombola de Manguezal do Mocambo: uma oportunidade ímpar de conhecer mais sobre a cultura dos quilombolas, a história do Brasil e os belos cenários naturais da região.

O passeio inclui uma visita ao manguezal, onde é feita a extração de mariscos, e um refrescante banho de lama com propriedades medicinais.

Vale a pena reservar um dia inteiro para fazer esse passeio, que pode ser contratado na Associação de Moradores da comunidade do Mocambo.

Casarão Solar do Rei

Uma das construções mais bonitas do centro histórico da ilha é o casarão Solar do Rei (ou Solar Del Rei), construído em meados do século XVII a mando do armador de baleias João Francisco de Oliveira.

Nesse belíssimo casarão amarelo em estilo colonial já se hospedaram grandes nomes da história do Brasil.

A lista de hóspedes ilustres inclui o rei D. João VI em 1808, logo depois de se mudar para a colônia com a Corte Portuguesa, além dos imperadores Dom Pedro I, em 1826, e Dom Pedro II, em 1859.

Cote seu seguro de viagem com 15% de desconto aqui!

Forte de São Lourenço

Forte de São Lourenço
Fonte: Paul R. Burley / Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

Antigamente conhecido como Ponta da Baleia, o Forte de São Lourenço foi construído em 1647 para proteger a costa da Bahia dos constantes ataques holandeses ao Nordeste brasileiro.

No decorrer da história, a fortificação acabou ganhando ainda mais importância, tendo sido um dos principais palcos das lutas pela Independência da Bahia no século XVIII.

O forte está aberto a visitação: você pode conhecer os canhões e contemplar a belíssima paisagem da Baía de Todos os Santos, além de ter acesso ao Memorial da Independência da Bahia.

Igreja de Baiacu

A terceira igreja da história do Brasil ainda está parcialmente de pé e fica na ilha, mais especificamente na cidade de Vera Cruz. A Igreja de Baiacu é um passeio imperdível para quem gosta de atrações históricas!

Antigamente conhecida como Igreja de Nosso Senhor de Vera Cruz, a construção hoje está em ruínas, mas tem algumas paredes ainda de pé graças a uma imensa árvore gameleira.

Ponta de Areia

Para muitas pessoas, a Praia Ponta de Areia é a mais bonita de toda a ilha, onde o mar é calmo e cristalino, perfeito para mergulhos refrescantes.

Embora o movimento seja mais intenso durante os meses de verão, a praia costuma ficar praticamente deserta no restante do ano, com as águas sempre mornas.

Além disso, a faixa de areia é margeada por uma avenida repleta de bons restaurantes com estrutura completa para famílias e várias pousadas em diferentes faixas de preço. 

Não é à toa que a maioria dos turistas que visita a ilha prefere se hospedar na Ponta de Areia!

Barra Grande

O visual selvagem da Praia de Barra Grande é capaz de conquistar qualquer tipo de viajante. 

Afinal, como resistir a uma praia paradisíaca, de águas calmas, onde se formam diversas piscinas naturais?

A cereja do bolo é a vista panorâmica da Cidade Baixa de Salvador, além do fácil acesso via transporte público: é só pegar uma van no centro da ilha para chegar à Praia de Barra Grande em poucos minutos!

Cacha Pregos

Cacha Pregos
Fonte: Ahmiguel / Wikimedia Commons / CC BY-SA 3.0

Quem gosta de praia deserta não pode deixar de conhecer a Praia de Cacha Pregos, pertinho da ponta da ilha, especialmente fora da alta temporada.

Ali, o mar tem pouquíssimas ondas, embora a correnteza seja um pouco mais forte, demandando cautela por parte do banhista.

A faixa de areia é margeada por um extenso coqueiral e banhada por águas cristalinas, em tons incríveis de azul, garantindo o apelido de praia mais “caribenha” da ilha.

Como a praia fica no extremo sul da ilha, a quase 40 km do centro, costuma ser bem menos cheia em relação às outras.

Praia da Penha

A Praia da Penha é conhecida como uma das mais belas praias da Ilha de Itaparica, e não é difícil entender por quê.

Esse trecho do litoral da ilha fica naturalmente protegido por uma barreira de corais e um banco de areia, o que torna o mar na região uma imensa piscina natural com águas sem ondas.

A única forma de chegar à Praia da Penha é por meio de caminhada e, por isso, a região é pouco procurada por turistas. 

Em outras palavras, é um destino perfeito para quem procura por tranquilidade e sossego!

Quanto tempo ficar em Itaparica?

O tempo que você vai precisar para conhecer Itaparica vai depender das suas intenções durante a sua estadia.

Apenas um dia é o suficiente para visitar as atrações do centro histórico, ou seja, você pode simplesmente fazer bate-volta a partir de Salvador sem grandes dificuldades.

No entanto, para entrar no clima da ilha e desacelerar do ritmo da cidade grande, é melhor reservar ao menos uns 4 dias para conhecer as praias do norte, centro e sul da ilha sem pressa.

Itaparica: hospedagem em promoção no ElQuarto!

Você pode garantir sua hospedagem em Itaparica por um preço que cabe no bolso: é só fazer sua cotação gratuita no ElQuarto!

A plataforma do ElQuarto concentra milhares de acomodações nos principais destinos do mundo com preços exclusivos, incluindo opções com cancelamento grátis, para assegurar ainda mais comodidade para você.

Você pode utilizar diferentes filtros para encontrar hotéis, pousadas e resorts com a sua cara, bem como diárias sob medida para o seu bolso.

Faça agora mesmo uma simulação para descobrir que conhecer a maior ilha marítima do Brasil pode sair mais em conta do que você imagina!

Modal LGPD Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar a navegação, você confirma estar de acordo com o uso de cookies.
Para mais informações consulte nossa política de privacidade.